Operação mira rede de tráfico no DF que vendia drogas por ‘atacado e varejo’

Por G1 DF

Polícia Civil do DF faz busca e apreensão em residência de suspeitos de tráfico de drogas no âmbito da Operação Efeito Dominó  — Foto: Divulgação/PCDF

Polícia Civil do DF faz busca e apreensão em residência de suspeitos de tráfico de drogas no âmbito da Operação Efeito Dominó — Foto: Divulgação/PCDF

O Ministério Público (MPDFT) e a Polícia Civil deflagraram, nesta quinta-feira (17), uma operação para desarticular um esquema de tráfico de drogas no Distrito Federal. A investigação aponta que o distribuição dos entorpecentes funcionava de estruturado e usava fornecedores para “venda por atacado e varejo”.

A operação, chamada de “Efeito Dominó”, quer cumprir 41 mandados de prisão e 60 de busca e apreensão ao longo do dia. A força-tarefa é considera pela polícia como a maior ocorrida este ano no DF. O balanço de presos não foi divulgado até a última atualização desta reportagem.

As abordagens ocorrem nas seguintes regiões do DF e Entorno:

  • Águas claras
  • Areal
  • Candagolândia
  • Guará
  • Núcleo Bandeirante
  • Recanto
  • Samambaia
  • Vila Cauhy
  • Cidade Ocidental
  • Valparaíso
  • Formosa

As investigações começaram em março, após a prisão dois homens suspeitos de tráfico de drogas. Na época, os aparelhos celulares também foram apreendidos. Ao analisar o conteúdo, os agentes encontraram indícios de atividades “complexas e organizadas”, voltadas para a venda de entorpecentes.

De acordo com a corporação, cerca de 400 policiais civis estão envolvidos na operação. As buscas também estão sendo feitas com o apoio de cães farejadores e helicópteros.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.