Empresa de trens relata prejuízo de R$ 20 mil após vandalismo durante Grêmio x Lanús

Horário de encerramento mudou das 23h30 para 0h30. Nas composições que passaram pela Estação Anchieta, próxima à Arena do Grêmio, houve registros de depredação

Por G1 RS, Porto Alegre

A Trensurb, empresa gestora dos trens da Região Metropolitana de Porto Alegre, informou ter tido um prejuízo de R$ 20 mil devido a atos de vandalismo cometidos na noite desta quarta-feira durante uma operação realizada para estendeu o horário de funcionamento do modal, em função da partida entre Grêmio e Lanús pela final da Copa Libertadores. Seis composições foram depredadas.

Por meio de nota, a empresa que gere os trens metropolitanos informou que o horário de encerramento mudou das 23h30 para 0h30. Nas composições que passaram pela Estação Anchieta, próxima à Arena do Grêmio, na última hora, houve registro de uso indevido de extintores, pichação, quebra de luminárias e danos estruturais a uma parede de um dos veículos.

Trensurb registou depredação em composições durante operação para jogo do Grêmio (Foto: Artur Colombo / Divulgação) Trensurb registou depredação em composições durante operação para jogo do Grêmio (Foto: Artur Colombo / Divulgação)

Trensurb registou depredação em composições durante operação para jogo do Grêmio (Foto: Artur Colombo / Divulgação)

Ainda aconteceram depredações em banheiros e lixeiras de algumas estações, além do furto de extintores de incêndio. A empresa também diz ter tido prejuízo operacional no dia seguinte, devido à impossibilidade de uso das composições depredadas.

Na noite desta quinta, cinco trens já haviam sido reparados e circulavam normalmente. A Polícia Civil vai contar com imagens de câmeras de segurança fornecidas pela Trensurb para tentar identificar os vândalos.