Com quadro estável, Ronaldo Caiado faz exames em SP para descartar patologias cardiovasculares

Com o quadro de saúde estável, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), passa por uma série de exames no hospital Sírio Libanês na manhã de quinta-feira (10) para descartar qualquer patologia relacionada à complicações cardiovasculares. Três fontes distintas ouvidas pelo Mais Goiás, em Goiânia (GO) e São Paulo (SP), confirmaram que o político está bem e a probabilidade de ser “um susto” é grande.  A unidade de saúde deve emitir um boletim médico nesta manhã.

Uma das fontes disse que o governador é cuidadoso com a saúde e prefere reforçar a prevenção do que a medicação. “Ele é muito cuidadoso. Faz exames regulares e sempre que tem algum mal estar faz nova bateria de exames. A gente assusta mas para ele isso é natural”, relatou uma pessoa ligada ao Palácio.

Além de exames para diagnosticar problemas relacionados ao coração, o governador passa por exames de imagem e laboratoriais, para investigar também se o sintomas vieram do sistema respiratório ou digestivo. Há uma hipótese de ser uma pequena inflamação no esôfago, numa região próxima ao coração, segundo fonte em São Paulo.

Transferência

O governador foi transferido para o Hospital Sírio Libanês ainda na noite de quarta-feira (09) por decisão familiar, segundo nota oficial da assessoria de imprensa do Palácio, após internação durante a tarde no Hospital do Coração, em Goiânia.

A nota oficial afirma que Caiado tem os sinais vitais normais, segundo boletim emitido pelo hospital. “Mas, por decisão da família, ele será transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para realização de nova bateria de exames, sob os cuidados da Dra. Ludhmila Abrahão Hajjar, médica que o acompanha há mais de dez anos”, finaliza o texto. Confira a nota completa no final do texto.

Inicialmente, a informação divulgada pela Revista Veja e repercutida pelo Mais Goiás era de que Caiado teve um infarto. Contudo, a assessoria negou, em uma publicação no twitter. Consequentemente, o Mais Goiás publicou as atualizações sobre o assunto. A equipe de Caiado ainda chegou a afirmar que ele receberia alta na quinta-feira (10).