Taxista é preso suspeito de tentar matar amante da esposa em Aparecida de Goiânia

Por Vanessa Martins, G1 GO

Delegacia onde taxista foi preso suspeito de tentar matar amante da esposa, em Aparecida de Goiânia — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Delegacia onde taxista foi preso suspeito de tentar matar amante da esposa, em Aparecida de Goiânia — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Um taxista foi preso suspeito de tentar matar o amante da sua esposa nesta quarta-feira (6), em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. O delegado plantonista Álvaro Melo Bueno contou que o homem negou o crime ao ser interrogado, mas que a Polícia Militar e testemunhas contaram que ele tinha a intenção de matar a vítima.

Advogado do preso, Felie Moreira, disse ao G1 que seu cliente “encontra-se a disposição da Justiça e irá se manifestar em juízo”.

A Polícia Militar informou que uma equipe que fazia patrulhamento pelo Bairro Cidade I viu um táxi VW Voyage perseguindo o motociclista Weldes Jose Dos Santos e foi atrás. Eles informaram que presenciaram quando o taxista bateu o carro na moto e o motociclista foi arremessado sobre um carro estacionado na calçada.

“Testemunhas e os policiais militares disseram que ele falou que assim que viu o rapaz caído no chão gritou: ‘Falei para você que ia te matar’. Depois, ao ser questionado por testemunha ele reafirmou que disse isso e que ‘se soubesse que não tinha morrido tinha dado ré e matado ele’”, explicou o delegado.

A PM prendeu o taxista que, antes de ser levado à delegacia, contou que estava chegando na própria casa quando viu a vítima saindo de lá, “e que inclusive eles já haviam tido um desentendimento em virtude deste [vítima] ter sido amante de sua esposa”. A corporação também afirmou que o taxista perseguiu o motociclista com a intenção de passar por cima dele.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) e levada ao Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa).

A unidade de saúde informou que o paciente deu entrada na noite de terça-feira (5), “avaliado pelas equipes de cirurgia geral e ortopédica” e “passou por sutura e exames de imagem que constataram trauma em um osso da face”. Ainda assim, “não apresentou necessidade de processo cirúrgico, o paciente recebeu alta hoje, quarta-feira”.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.