Santiago entra em pré-emergência ambiental por má qualidade do ar

Santiago do Chile entrou nesta segunda-feira (15) na nona situação de pré-emergência ambiental decretada pela Intendência Regional neste ano, devido à má qualidade do ar, segundo disseram as autoridades.

A medida foi adotada apesar de hoje ser considerado feriado extraoficial no país, uma vez que amanhã o Chile inteiro para pela celebração religiosa da Nossa Senhora do Carmo, e calcula-se que cerca de um milhão de moradores estejam fora da capital, uma vez que, além disso, os estudantes estão de férias.

Segundo as autoridades, cerca de 470 mil veículos deixaram a capital chilena, que tem pouco mais de sete milhões de habitantes.

Nesse contexto, a Intendência Regional decretou restrição de circulação, paralisação de mais de 300 fontes poluentes, intensificação da fiscalização e programa de lavagem e aspiração nas ruas, além da proibição do uso de aquecedores à lenha ou carvão.pro

Santiago amanheceu hoje com 0 grau de temperatura, segundo a Direção de Meteorologia do Chile.

A pré-emergência inclui, além disso, a proibição de queimas agrícolas em toda a região metropolitana e a recomendação de não fazer atividades físicas ao ar livre.

Santiago do Chile está encravada em um vale rodeado de montanhas, razão pela qual nos meses de outono e inverno a qualidade do ar costuma piorar devido à ausência de brisas que disseminem as partículas nocivas, assim como pelo fenômeno da inversão térmica.

Este último faz com que a temperatura na superfície seja menor do que nas alturas e, por isso, as partículas nocivas se mantêm no nível do solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *