Polícia Civil prende 13 pessoas por tráfico de drogas em Goiatuba

A Delegacia de Polícia Civil de Goiatuba finalizou nesta quinta-feira (4) a Operação After que tinha como objetivo o combate ao tráfico de drogas sintéticas na região Sul de Goiás. Durante a operação, 21 investigados foram indiciados, sendo que 13 foram presos preventivamente e três continuam foragidos.

De acordo com o delegado responsável pela operação, Patrick Carniel, a investigação durou mais de seis meses e revelou um sofisticado esquema de aquisição e transporte interestadual de drogas. “A quadrilha utilizava o serviço de Correios para entregar as drogas diretamente no endereço indicado pelo comprador. O pagamento era realizado via depósito bancário”,explica o delegado.

Entre os envolvidos no esquema criminoso havia um professor universitário e seis estudantes da faculdade de Goiatuba. Com exceção do professor, todos os traficantes são jovens de classe média com idade entre 18 e 25 anos, sem passagens pela polícia. “Os jovens não consideram tráfico a venda de ecstasy ou LSD. Eles começam essa atividade ilícita sem ter a noção que estão entrando em um esquema criminoso e da responsabilização caso sejam flagrados cometendo esses crimes”, alerta o delegado.

A primeira fase da operação foi deflagrada do dia 7 de junho deste ano. Na ocasião 10 pessoas foram presas por tráfico e associação, nove delas em Goiatuba e uma em Buriti Alegre, outras três foram presas na quinta-feira (4). Dois menores também responderão por ato infracional análogo ao tráfico de drogas e associação para o tráfico. Cinco deles responderão pelos crimes em liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *