Palocci pede para sair do PT e ataca Lula: ‘Até quando vamos fingir acreditar?’

Ex-ministro enviou carta de desfiliação à presidente do PT, Gleisi Hoffmann

por O Globo

SÃO PAULO — O ex-ministro Antonio Palocci se adiantou ao procedimento de expulsão iniciado pelo PT na semana passada e decidiu pedir para sair do partido.

Em uma carta de quatro páginas, Palocci diz que decidiu colaborar com a Justiça e sugeriu que o PT adote o mesmo caminho. O ex-ministro aproveitou para atacar o ex-presidente Lula:

“Até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do “homem mais honesto do país” enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto (!!!) são atribuídos a Dona Marisa? Afinal, somos um partido sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade?”, escreveu Palocci.