Monitor da violência: Quem são as vítimas sem nome em Goiás

Projeto do G1 em parceria com o NEV-USP e o Fórum Brasileiro de Segurança quer identificar todas as 1.195 vítimas de mortes violentas da semana de 21 a 27 de agosto; colabore.

Por Vanessa Martins, G1 GO

Das 1.195 vítimas de mortes violentas no país entre 21 e 27 de agosto, 20% não tiveram o nome divulgado. São pessoas “invisíveis”, que nem sequer foram identificadas ou que não tiveram seus nomes informados pelas autoridades.

O projeto do G1 em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública quer obter os nomes de todas. O objetivo é mostrar a importância de cada uma nesse embate silencioso diário que ocorre no país. Mas não só: a intenção é jogar luz na falta de transparência de parte dos governos, que se negam a passar os nomes das pessoas, contribuindo para que histórias de crimes sejam divulgadas como mera estatística.

Para isso, o G1 quer a ajuda de seus leitores. Trata-se de um desafio. No caso de Goiás, duas vítimas de mortes violentas, das 53 registradas na semana em questão, seguem sem identificação.

O G1 Goiás entrou em contato com a Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) na noite de quarta-feira (4) para saber os dados dessas vítimas. Os órgãos informaram que devem buscar informações sobre essas pessoas e se posicionar ainda nesta quinta-feira (5).

Veja detalhes das mortes e entre em contato se souber quem é a vítima ou tenha mais detalhes do caso.

Em um dos casos cuja vítima não foi identificada o corpo foi achado carbonizado dentro de um carro queimado em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal. A pessoa foi achada sem qualquer documento e o veículo não tinha registro de roubo ou furto.

O delegado responsável pelo caso, Frederico Gama dos Santos, informou ao G1 que ainda não recebeu o laudo da Polícia Técnico-Científica sobre a identificação do corpo.

Corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro queimado em Cidade Ocidental (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) Corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro queimado em Cidade Ocidental (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Corpo foi encontrado carbonizado dentro de carro queimado em Cidade Ocidental (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Outra vítima ainda não identificada é um homem, suspeito de roubar um carro, que morreu após trocar tiros com a Polícia Militar (PM) dentro de uma casa no setor Jardim América, em Goiânia. Segundo a corporação, ele tentou fugir, invadiu a residência pulando o muro. Os policiais entraram e o suspeito foi baleado.

O Corpo de Bombeiros chegou a socorrer o homem e o levou até o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas ele não resistiu.

Quer saber mais notícias de todo o estado? Acesse o G1 Goiás.