Homem condenado por estuprar e engravidar enteada é recapturado, em Goianésia

Um homem de 39 anos foi recapturado pela Polícia Civil (PC) de Goianésia, a 179 quilômetros de Goiânia, nesta quinta-feira (4). Ele estava foragido, desde 2017, após ser condenado a 21 anos de prisão por ter estuprado a enteada, em Barro Alto.

De acordo com a delegada Poliana Bergamo, a prisão foi realizada após a corporação receber uma denúncia anônima. Após constatar a veracidade das informações, policiais realizaram campana de 12 horas até que o homem fosse recapturado no momento em que ele saía de uma residência. “Ele ficou surpreso, não esperava pela prisão”, destaca.

De acordo com a corporação, o crime aconteceu em março de 2009. Na época, a então enteada tinha apenas 10 anos quando foi estuprada pelo homem. Ao completar 11 anos, a vítima descobriu que estava gravida do mesmo, que tinha 29 anos. As investigações constataram que, em um ano, o homem abusou sexualmente da menina por 15 vezes. A gravidez da enteada era tida de risco e a criança, ao nascer, foi registrada pelo homem.

Ele foi condenado e ficou seis anos preso em regime fechado. Após isso, ganhou progressão para o regime semiaberto, do qual fugiu para Goianésia. Na cidade, o homem chegou a constituir uma nova família. A delegada pontua que o homem está detido no município e que o juiz de Barro Alto, que determinou a condenação, está ciente da recaptura. “Provavelmente determinará a transferência dele para a cidade”, pontua.